NOTÍCIAS

AÇÃO SOCIAL - PROJETO DE DOAÇÃO DE ALIMENTOS - MOBILIZAÇÃO PELO PCCS
Sexta-Feira, 26 de Outubro de 2018
APROJUS E SIMPE PROMOVERAM A ENTREGA DE 475KG DE ALIMENTOS PARA A ONG COZINHEIROS DO BEM.

A APROJUS e o SIMPE realizaram, na última quarta-feira, dia 24/10, em frente ao prédio das Torres do Ministério Público, o ato de entrega de 475kg de alimentos, que foram destinados para a ONG Cozinheiros do Bem.

A entidades foi escolhida pelas diretorias da associação e do sindicato, dentre as duas indicadas pelos servidores, por atender um grande número de indivíduos e famílias que habitam nas ruas da capital.

O projeto Cozinheiros do Bem desenvolve um importante papel na arrecadação de alimentos e distribuição de marmitas para moradores de rua e pessoas em situação em vulnerabilidade social. Segundo, Júlio Ritta, idealizador e coordenador do projeto, já foi arrecadado 1 milhão 220 mil quilos de alimentos desde a criação, em setembro de 2015. "A gente faz um trabalho de conscientização e conta com a ajuda das pessoas", conta ele.

O idealizador da iniciativa é cozinheiro e teve a ideia a partir da dificuldade de dar destino aos alimentos que sobrava do seu restaurante. "Eu estava participando de um Reality e aproveitei a oportunidade para conseguir criar o projeto e dar um destino bacana para os alimentos do restaurante", diz Ritta. Os Cozinheiros do Bem preparam as marmitas com todos os nutrientes, sobremesa e suco.

A ação é uma forma de mobilização escolhida pelos servidores, a partir de deliberação em assembleia geral conjunta das representações, para destacar os cinco mil dias que os servidores aguardam por um plano de carreira. Nossa reivindicação é justa, destaca a Presidente da APROJUS, Carmen Jucinara da Silveira Pasquali, pois um plano de carreira representaria a valorização de um quadro de servidores qualificadíssimo, como é o caso dos servidores do Ministério Público do Rio Grande do Sul; por isso é inadmissível que sejamos os únicos servidores, dentre os servidores dos Ministérios Públicos brasileiros, que não conquistaram esse reconhecimento. 

Destaca ainda, que os servidores do Ministério Público do Rio Grande do Sul, são responsáveis pela excelência do serviço público prestado à sociedade pela Instituição e que isso precisa ser reconhecido pelo Procurador-Geral de Justiça. 

Os servidores mobilizaram-se e doaram mais de uma tonelada de alimentos, que foram distribuídos, além de Porto Alegre, para entidades beneficentes indicadas pelos servidores de Santa Maria, Caxias, Passo Fundo, faltando apenas Pelotas.

Por fim, sinalamos que nossa campanha continua, já que as negociações por nosso PCCS nem sequer foram abertas.  Estamos há quase cinco mil dias  aguardando uma  resposta da administração superior sobre a criação de um Plano de Carreira que valorize nosso quadro.  Não ficaremos esperando passivamente.  Continuaremos essa campanha, assim como implementaremos outras iniciativas até que nosso PCCS seja uma realidade.



MAIS NOTÍCIAS
voltar
Fasp União Gaúcha