NOTÍCIAS

PCCS - CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO DE ALIMENTOS
Quinta-Feira, 04 de Outubro de 2018
"Lutam pela categoria, mas também agem e pensam pelo todo", diz representante do Lar da Vovózinha sobre iniciativa dos servidores do MPRS

Durante atividade realizada em frente a Promotoria de Santa Maria, na última sexta-feira (28/09), os servidores do MPRS e dirigentes do SIMPE-RS e da APROJUS entregaram cerca de 400 quilos de alimentos e material de higiene ao Lar da Vovózinha, que atende idosas na cidade.

As doações foram feitas pelos servidores em razão da campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis que objetiva alcançar cinco mil quilos de alimentos, simbolizando os cinco mil dias sem negociação do PCCS. Assim como em Santa Maria, as doações serão entregues a entidades que auxiliam e/ou cuidam de crianças, jovens e idosos em situação de risco social em mais três grandes regiões do RS, além de Porto Alegre.

E as doações para a próxima atividade já começaram. Além do que foi doado em Santa Maria, já foram arrecadados mais 214 kg de alimentos. O SIMPE-RS e a APROJUS reforçam a necessidade de que os servidores doem cada vez mais alimentos, para que a campanha, além da visibilidade, também possa ajudar de fato as instituições que forem escolhidas, que no geral atendem a centenas de pessoas.

Para a Assistente Social do Lar das Vovozinhas, Liciara Melissa Prass, que recebeu as doações, se todos os movimentos advindos de categorias profissionais que estão a requerer direitos fossem em prol de instituições como o Lar das Vovozinhas, o país estaria em um elevado patamar. "Agradecemos por oportunizar a nossa instituição que tanto necessita de doações, pois atende uma demanda de mais de 190 idosas diariamente e isso não seria possível se não tivesse o apoio da comunidade e de organizações como a do SIMPE-RS e da APROJUS que lutam pela categoria, mas também pensam e agem por um todo", destacou Liciara. Ela ainda reiterou seu desejo de que a luta dos servidores seja reconhecida e que o pedido da categoria seja alcançado.

https://i1.wp.com/www.simpe-rs.com.br/2014/wp-content/uploads/2018/10/WhatsApp-Image-2018-09-28-at-18.45.47.jpeg?resize=696%2C392

Os únicos sem um plano de carreira

De fato, os servidores do Ministério Público no RS são os únicos do país que ainda não tem um plano de carreira. Isso vem estimulando a migração para outros órgãos, o que impacta na prestação de serviços à sociedade. "É grande o número de servidores que deixam a instituição, porque fazem concurso em órgãos onde conseguem ter uma carreira e uma valorização de seu trabalho. Os que ficam, estão desestimulados e preocupados com o futuro", aponta o presidente da entidade, Alberto Ledur.

As doações e as beneficiadas

As doações, feitas por servidores das promotorias para o Lar das Vovózinhas foram: óleo (5 kg), arroz (72 kg), massa (23,5 kg), açúcar (28 kg), sal (2 kg), feição (41,5 kg), farinha de polenta (5 kg), chocolate em pó (8 kg), farinha de mandioca (1,5 kg), farinha de trigo (23 kg), leite em pó (4 kg), tempero (30g), leite (96 litros), café (4 kg) e ainda produtos de higiene, como creme dental (7 tubos), sabonete (15 unidades), escovas de dente (6 unidades), shampoo (2 unidades de 350 ml) e aparelhos de barbear (5 unidades).

O Lar das Vovózinhas existe desde 1945, atende a 196 idosas e é o maior asilo do Estado em capacidade de atendimento. A entidade filantrópica sobrevive de doações e campanhas de arrecadação junto a patrocinadores.

Esta luta é de todos

Continuem doando e participem das ações desenvolvidas pela categoria em defesa da retomada da negociação do Plano de Carreira, que incluem, ainda, o apelo para que os Promotores assinem a carta de apoio à luta dos servidores e o uso de preto nas quartas-feiras, que continua como uma atividade simbólica da categoria para demonstrar sua indignação com os mais de cinco mil dias sem negociação do PCCS. Esta luta é de todos.



MAIS NOTÍCIAS
voltar
Fasp União Gaúcha