NOTÍCIAS

SERVIDORES COM A CORDA NO PESCOÇO
Segunda-Feira, 06 de Julho de 2015
LDO é aprovada na Comissão de Finanças sem previsão para reposição salarial

Na última quinta-feira, dia 02 de julho, foi votado na Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa, o PL 177/2015 que trata da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2016.

A sessão foi realizada no Plenarinho e o fluxo de pessoas foi intenso desde cedo. Muitas representações de servidores públicos compareceram ao local buscando a aprovação de emendas à proposta que, em seu texto original, não prevê a reposição da inflação nos vencimentos dos servidores para o ano de 2016.

Ao todo foram apresentadas 39 emendas ao projeto original, muitas delas buscando garantir a previsão de índices para reposição salarial dos servidores. A APROJUS foi signatária de duas emendas -emendas números 1 e 2 - juntamente com diversas entidades classistas. As emendas buscavam a aprovação de índices de 8,17% para custeio e 11,41% para garantir minimamente a reposição salarial dos servidores.

As emendas foram rejeitadas pelo deputado relator da proposta na comissão, Alexandre Postal (PMDB), e levadas à destaque para votação na comissão, foram rejeitadas por 3 votos favoráveis e nove contrários. Outras emendas que buscavam garantir reposição salarial mínima para os servidores no ano de 2016 tiveram a mesma sorte.

Os servidores se manifestaram na sessão da comissão usando cordas no pescoço, demonstrando que o Governo estava promovendo o enforcamento dos servidores do Estado uma vez que permitirá, no de 2016, apenas o crescimento vegetativo da folha de pagamento. O projeto de lei será levado a votação no plenário da Assembleia amanhã, dia 07 de julho.



MAIS NOTÍCIAS
voltar
Fasp União Gaúcha