NOTÍCIAS

IPE PROPÕEM MUDANÇAS
Sexta-Feira, 05 de Junho de 2015
Cobrança por dependentes deverá ser furto de deliberação no Instituto

Na última quarta-feira, dia 03 de junho, o Presidente do Instituto de Previdência do Estado ? IPE ? encaminhou para análise do Conselho Deliberativo do Instituto propostas polêmicas que dizem respeito diretamente à sua gestão.

Na próxima reunião do Conselho Deliberativo do IPE, que acontece sempre às quartas-feiras, à tarde, deverão ser analisadas medidas como o início da cobrança por dependentes, a co-participação nas internações e o ingresso dos Municípios do plano de saúde.

As propostas serão analisadas pela União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública, na reunião ordinária que acontece na próxima segunda-feira, dia 08 de junho, às 10h, na sede da AJURIS. Cerca de 20 entidades representativas de servidores públicos no Estado integram a União Gaúcha, dentre elas a APROJUS.

Na reunião da UG deverá ser firmado o posicionamento das entidades e suas afiliadas com relação aos temas, orientando, consequentemente, o posicionamento de seus representantes no Conselho Deliberativo do IPE.  Atualmente, representam a UG no Conselho Deliberativo do IPE: Kátia Terraciano Moraes, Presidente do SINAPERS, e Luís Fernando Alves Silva, Diretor da ASJ. A Vice-Presidente da APROJUS, colega Carmen Jucinara da Silveira Pasquali, ocupa o cargo de suplente da conselheira Kátia.

COMO FUNCIONA O CONSELHO DELIBERATIVO DO IPE?

O Conselho Deliberativo do IPE é composto de doze membros. Seis são indicados pelo Governo e são divididos entre representantes do Poder Judiciário, do Ministério Público, da Fazenda Estadual, da Brigada Militar e da Assembleia Legislativa. Os outros seis representantes são classistas sendo dois indicados pela União Gaúcha, dois pela FESSERGS e dois pelo CEPERS.

Atualmente, o Presidente do Conselho Deliberativo é o representante do Ministério Público, Doutor Heriberto Ross Maciel.



MAIS NOTÍCIAS
voltar
Fasp União Gaúcha