NOTÍCIAS

PESQUISA
Quinta-Feira, 02 de Abril de 2015
Mais de 65% dos servidores avaliam gestão do MP como ruim ou péssima

Pesquisa elabora pela APROJUS e SIMPE e encaminhada aos servidores ativos e efetivos do Ministério Público do Rio Grande do Sul teve por finalidade avaliar a atual gestão da Instituição na figura de seu Procurador-Geral de Justiça, Eduardo de Lima Veiga.

Mais de 63% dos servidores que responderam à pesquisa avaliaram a gestão do Procurador como ruim ou péssima.  Os servidores foram convidados também a atribuir uma nota ao Procurador-Geral de zero à dez. Pela média, ao Procurador-Geral de Justiça foi atribuída nota 3,35.

O resultado reflete a forma retrógrada com que a Instituição foi chefiada nos últimos anos, na qual o Procurador e sua equipe buscaram impor uma política de repressão e insensibilidade aos pleitos de servidores. Procuradores, Promotores, Servidores, todas colecionaram histórias de perseguições dentro da Instituição,nos últimos quatro anos.

As próprias diretorias das entidades que representamos servidores, APROJUS e SIMPE, sofreram perseguições por suas manifestações, por meio da instauração de PADs contra seus presidentes e demais membros das diretorias. Segundo o Presidente da APROJUS, Cristiano Linhares: ?Felizmente, esse (Instauração do PAD) foi o exemplo típico da incompetência ser maior que a maldade. A voz da justiça prevaleceu e hoje cabe a nós, dirigentes de entidades, reestabelecermos a confiança dos servidores. Daremos, em breve, ADEUS a esses quatro anos de intolerância, mas estamos fortalecidos e mais unidos, prontos para enfrentar qualquer adversidade.?

A avaliação, portanto, é justa e proporcional ao tratamento dispensado pelo Procurador-Geral de Justiça e sua equipe aos servidores da Instituição. Para eles, 3,35. Para nós, servidores, um futuro de lutas mas com muita união e força.



MAIS NOTÍCIAS
voltar
Fasp União Gaúcha